10 setembro, 2005

Alegres amigos em Porto Alegre

Cada vez mais nos tem sido impactante as chegadas nas capitais e grandes cidades urbanizadas como Porto Alegre, que por mais Alegre (com A maiúsculo) que seja, ainda deixa sua forte impressão. O trânsito pesado, as contrastantes diferenças sociais (fáceis de notar ao sair da rodoviária), e o ritmo de vida alucinado nos deixam a certeza de que esse não é nosso lugar, aliás, por vezes nos perguntamos, é de alguém afinal?

Apesar de termos pensado nessa passada em Porto só como uma "passada" realmente, acabamos chegando no pré-feriado de 07/Set, e daí claro acabamos esticando um pouco mais nossa estadia visitando os tantos amigos que fizemos nessa temporada gaúcha. A primeira boa surpresa foi conhecer de perto o trabalho desses tantos amigos. O velho parceiro e amigo Marcão, da livraria Via Sapiens, que tem a livraria com a melhor seleção de títulos em ecologia, permacultura, arquitetura, filosofia e afins, sem contar que é o ponto de encontro da galera p/ tomar um belo amargoso na cidade baixa, e também a certeza do encontro com a Léia e a Sophia, princesa da Sarmento Leite (rsrsrs). Conhecemos BEM de perto também o trabalho da Aninha (Adams), que estava no auge da loucura acabando um livro sobre a Avenida Rio Branco no RJ. A Ana e FAMÍLIA ADAMS foi também nossa anfitriã na cidade, talvez loucura ainda maior do que fazer um livro... Outras boas surpresas foram o almoço no restô São Jorge e o Dragão, que sincronicamente é de parceiros da Rede Ahimsa e Cooperativa Aldeia Gaia, o super trabalho do irmão e bioarquiteto Chileno, e também da gurizada maleva (Gu, Guile e Lu Tizziani) da H2Bio e suas artes em bambu, genial! Apesar de não termos conseguido cruzar todos, ainda deu p/ rever, ainda que de relance, os amigos do DAFA UFRGS e a Gianine, amiga arquiteta que está coordenando alguns trabalhos junto a assentamentos do MST no sul do estado, e em especial no assentamento dos irmãos de Herval, com quem tivemos o enorme prazer de conviver por uns dias, eu e Bira da Pampa, um bárbaro!